4jv1z1orgp6sddfqpmbcal0k6

Capital Ecológica

A oitava capital mais populosa do país, Curitiba traz consigo também o título de capital ecológica por possuir extensas áreas verdes e abraça a ecologia com sua fauna e flora rica e diversificada. Seguida como exemplo por outras cidades em quesito de criatividade para solução de problemas e tecnologia no transporte público.

Com um dos melhores índices de área verde do país, Curitiba é considerada a capital ecológica brasileira. A cidade conta com 30 parques e bosques, além de representar o maior parque urbano do Brasil. A capital possui uma área verde que totaliza 82 milhões de m², o que representa 52 metros quadrados por habitantes.

Foi na década de 90 que a “face ecológica” de Curitiba ganhou mais força nacional. Nessa época foi realizado o reflorestamento de pedreiras desativadas e de fundos de vale inaproveitáveis para expansões urbanísticas. Inaugurou-se nesse período o famoso Jardim Botânico, o parque das Pedreiras (que conta com a Ópera de Arame), o parque Tanguá e a Unilivre (Universidade Livre do Meio Ambiente).

Ainda no ano de 1990, Curitiba recebeu o prêmio United Nations Environment Program (Unep), prêmio máximo na área ambiental concedido pela Organização das Nações Unidas. Tal premiação veio para parabenizar a dinâmica apresentada pela cidade na coleta do lixo: separação domiciliar e coleta seletiva de lixo reciclável, compra do lixo e deposição dos resíduos no Aterro do Caximba.

A capital ecológica é considerada uma das metrópoles brasileiras mais bem planejadas, apresentando alto nível de qualidade de vida para seus habitantes. Além de toda a questão ambiental, a cidade é também referência em soluções urbanísticas e de tecnologia no transporte urbano, que é visto como um dos melhores do país.

Fontes:

http://www.curitiba.pr.gov.br/conteudo/perfil-da-cidade-de-curitiba/174

Foto: Getty Imagens

Texto produzido por Ana Rusycki e Renata Fernandes (estudantes de jornalismo)

voltar

Acesse também: